Processos terapêuticos da criança com deficiência é tema do aBRAÇO Convida da quinta-feira (09/07/2020)

Jaianne Costa - Click Assessoria

 

O projeto aBRAÇO Convida, que acontece tradicionalmente todas as quintas feiras, contou ontem (09) com a participação da anfitriã Joana Passos e das convidadas e co-fundadoras da ONG Nossa Casa, Beatriz Vieira e Marina Airoldi. O tema dessa semana foi o "Desenvolvimento e processos terapêuticos da criança com deficiência no contexto das F-Words".

 

 

Assim que começou a live, Beatriz explicou o que é F-Words, dúvida da maioria do público presente. Segundo ela, o termo significa reunir, sintetizar e passar o conhecimento de forma mais acessível, traduzindo o conhecimento e "transformá-lo de um jeito que fique claro e fácil de todo mundo entender", explica.

 

 

As convidadas contaram que quando iniciam o processo terapêutico com uma criança, ambos assinam um Contrato das Palavras Favoritas, que contém funcionalidade, família, saúde, diversão, amigos e futuro como parte das cláusulas. Marina Airoldi, que leu o contrato durante a live, contou que é importante estabelecer esse compromisso, e que as crianças chegam a plastificar o contrato de tão a sério que levam.

 

Marina destacou que manter uma relação com as famílias é extremamente significativo, pois faz toda a diferença no resultado terapêutico. "O contato com as famílias é onde aprendemos mais, é sempre um exercício dos profissionais ouvir e aprender com as famílias".

 

 

As convidadas revelaram o segredo de realizar um bom processo. "O caminho é buscar motivações, que também é um caminho terapêutico, é buscar o que te

 

motiva e encontrar nesse caminho atividades que floresçam, terapias que floresçam", conta Marina.

 

 

Confira a live na íntegra no perfil @abracoamicrocefalia clicando AQUI.

 

 

.

Layout
Nav
Header
Color Skin
Background Image
Background Pattern